Notícias

Tempo de advento


“Eu sou a luz do mundo”

 

Preparação para o natal, festa da Luz e da Vida. “Que ilumina todo homem que vem neste mundo” (Jô 1,9). Tal momento conta consta de quatro domingo e se divide em duas fases:

a)    1° Domingo do Advento até dia 16 de dezembro, com base nas leituras do livro do Profeta Isaías, há uma evidência maior ao aspecto escatológico, ou seja, procura orientar os fieis para a espera Gloriosa de Cristo;

b)    Dia 17 ao dia 24 de dezembro, com uma evidência maior, a partir dos textos bíblicos-litúrgicos, à preparação do Natal.

Este é um tempo onde se compreende que o Filho de Deus, o Senhor Jesus, veio plenamente para três coisas: a) redimir e salvar a humanidade; b) revelar o rosto do pai e o projeto; c) revelar quem é o ser humano.

Conta com a simbologia

 

a) Cor: Roxa para as vestes litúrgicas (penitencia), exceto no 3° domingo, a cor rósea traz aos olhos o sentido da alegra espera o apostolo n segunda leitura nos convida: “Alegrai-vos, sempre, no Senhor!”

 

b)    Coroa/Círculo: a coroa tem esta forma significando a eternidade de Deus. O círculo é símbolo da unidade, do tempo que não tem início e nem fim.

 

c)     Ramos verdes: eles podem ser de pinus ou cipreste. No tempo em que a natureza se renova, estes tipos de árvores não perdem suas folhas (inverno), nos quais no tempo do Advento são sinais de persistência, de esperança, da imortalidade.

d)    Fitas vermelhas: simbolizam o amor de Deus que se manifesta de maneira suprema no nascimento do seu Filho que se encarnou para nos redimir e salvar.

e)    Velas: Para nós cristãos é símbolo de fé, nas chamas estão presentes as forcas da natureza e da vida. .No advento as velas sobre uma coroa com quatro velas, significa vigilância e se prepara os corações para a memora da chegada do Deus menino. E quanto as cores das velas, na liturgia, oficialmente devem se usar três velas de cor roxa, conforme o tempo de litúrgico, e uma de cor rosa.

 

f)      O presépio: O presépio simboliza e evidência o modo de vida de Jesus, demonstrando pobreza, humildade, fé e simplicidade. .

 

Pode-se entender que o nascimento do Menino Deus, no dia do Natal, expressa perfeitamente o fruto do novo soprar do Pai. Esse fato é antecipado com as Celebrações do Tempo do Advento, que conduzem as pessoas para as alegrias pela presença de Deus feito homem, assumindo as condições da realidade humana. Esse sopro continua naqueles que vivem na graça e no amor de Deus.

Natal é tempo de revisão de conduta pessoal, de olhar para o passado com olhos de misericórdia e de pedido de perdão pelos descompromissos e desvalorização das condições necessária para o valor e a dignidade da vida. É também momento de revitalizar as forças enfraquecidas, porque o ano está terminando. Tudo deve estar apoiado nas condições de esperança, para construir a paz.

A ANUNCIAÇÃO NOSSA SENHORA MÃE DOS HOMENS Exatamente, seria ela a... Leia mais

Localização